BlogBlogs.Com.Br

Seguidores - Família do Caçador de Mistérios

segunda-feira, 24 de maio de 2010

O Velho do Saco


Saudações, leitores! Aqui está mais um episódio do Caçador de Mistérios, onde apresentaremos um caso curto e bastante conhecido. Trata-se de um amigo bem próximo de nós, que por diversas vezes nos foi apresentado quando éramos crianças: o Velho do Saco! Entra em ação o Caçador de Mistérios!

Segundo o Wikipedia Lendas Urbanas são pequenas histórias de caráter fabuloso ou sensacionalista amplamente divulgadas de forma oral, através de e-mails ou da imprensa e que constituem um tipo de folclore moderno. São freqüentemente narradas como sendo fatos acontecidos a um "amigo de um amigo" ou de conhecimento público.

Todos nós,sem exceção,já ouvimos algumas dessas histórias. Algumas são tão convincentes que acabamos acreditando e passando para frente.

Na era da internet,essas lendas se propagam muito mais rápido, e crescem numa proporção incrível. Mas quando não tínhamos acessibilidade à internet, estas histórias chegavam a nós de forma assustadora...

Esta história costumava ser contada às crianças que normalmente faziam bagunça ou desrespeitava seus pais - uma forma de poupar broncas nos filhos e controlá-los através do medo. Mal sabiam os pais que estes tipos de lendas poderiam causar danos psicológicos em seus filhos, fazendo com que encarassem a noite como um momento de pânico e solidão, vulneráveis a todo tipo de mal que poderia ocorrer dentro de seus quartos. E depois os pais se queixavam quando os filhos queriam dormir junto deles com medo do escuro. Embora seja uma história "leve", ela poderia servir de entrada para os maiores medos das crianças, pois todo tipo de história de terror que era contada como real terminava com o sequestro e posteriormente a morte das vítimas. O Velho do Saco e o "Bicho-Papão" não passavam longe disso.

Conta a história que, caso a criança saísse de casa sozinha, ou fosse brincar sozinha na frente de sua casa, viria um velho sujo e mal vestido, um tipo de mau elemento, com um saco cheio de crianças que ele havia pego no caminho. Segundo a lenda, as crianças do saco que o velho carrega, eram crianças que estavam sem nenhum adulto por perto, em frente às suas casas ou brincando na rua. O velho pegaria a criança caso ela saísse sem ninguém de dentro de casa.

Em versões alternativas da lenda, em vez de um velho, o elemento que levava as crianças era um cigano e, em versões remotas, esse velho ou o cigano levava as crianças para sua casa e fazia com elas sabonetes e botões.

Não há evidências exatas de quando se deu o início das lendas, mas há uma estimativa histórica de que se deu com a chegada dos Sintos e dos Rom no Brasil. A migração do povo Cigano para as Américas se deu no fim do Século XIX. Sem Pátria, num mundo onde tudo se transforma em uma velocidade cada vez maior o povo cigano viveu durante muito tempo marginalizado da sociedade e desenvolveu-se uma aversão da população à esse povo, tachando-os de ladrões, sequestradores e vadios.

Na Inglaterra o Cordial De Godfrey era uma forma dos pais se livrarem dos filhos indesejados. No início do surgimento da lenda do Velho do Saco, os pais amarravam uma fita vermelha na perna da cama da criança indesejada e o velho do saco passava a noite de casa em casa, se houvesse uma fita vermelha na perna da cama o velho do saco poderia levar embora a criança em questão. Essa história era a versão original da lenda do velho do saco, os pais a usavam para assustar as crianças ou para forçarem as crianças a serem obedientes.

Portanto, Velho do Saco: mais uma Lenda Urbana contada por pais para os filhos. O único velho do saco que podemos ver constantemente nas programações de TV atualmente se encontra no vídeo abaixo:


Continuarei a pesquisar e trazer a informação até você, leitor, porque eu sou Luiz Ramos, o CAÇADOR DE MISTÉRIOS! Até mais!

Fontes e Sites Pesquisados:
Acidez Mental
Matadores de Galinha

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Emylly vascomcelos21 de janeiro de 2012 09:50

      eu achei legal a historia do velhi do saco mas ainda falta algumas coisas no texto

      Excluir

Política de uso de Comentários:

Todos os comentários aqui publicados são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e qualquer opinião contida neles não tem relação com a administração do blog. Os comentários serão respondidos publicamente nesta página ou diretamente ao autor através do seu email.

O Caçador de Mistérios adota o sistema de monitoração de comentários, a fim de evitar alguns constrangimentos, visto a diversificada classe social e faixa etária dos leitores. Os textos não serão publicados quando trouxerem em seu conteúdo:

1. Palavras chulas ou de baixo calão;
2. Calúnias e/ou acusações falsas;
3. Críticas pessoais a qualquer comentarista ou autor específico do blog;
4. Spams
5. Ou que contrariem a Constituição Brasileira.

Ao postar um comentário, o leitor declara que leu e conhece esta política de moderação do Blog Caçador de Mistérios.

Grato pela compreensão.

Google Analytics Alternative